Ir para o artigo

O fenômeno de um certo jogo de palavras, é o motivo pelo qual amamos o Scrabble

Scrabble é um dos jogos de palavras mais populares do mundo. Por quase 90 anos de sua existência, conseguiu conquistar os corações de jogadores de todo o mundo. Tanto o original quanto os seus clones, como Literaki, ganharam reconhecimento entre os fãs de jogos de tabuleiro de todas as idades, gêneros e locais de residência. Por que isso aconteceu? Por que gostamos tanto de formar palavras com letras? A resposta a esta pergunta não é simples…

O fenômeno de Scrabble pode ser explicado de diferentes maneiras. As razões para o interesse pelo popular jogo de tabuleiro são tantas que é difícil discutir pelo menos algumas delas num pequeno artigo. Com certeza, no entanto, o aspeto da competição baseada em competências linguísticas adequadas é extremamente importante. As regras da maioria dos jogos de tabuleiro tradicionais mais populares, quando Alfred Mosher Butts criou o Scrabble em 1931, baseavam-se na realização de ações mais ou menos aleatórias, como jogar um dado ou tirar uma determinada carta. O elemento chave aqui era o elemento de aleatoriedade, que, embora tornasse a jogabilidade acessível a todos, significava que os jogadores não eram de forma alguma incitados a aumentarem as suas habilidades ou enobrecidos por um bom desempenho.

Naturalmente, o Monopólio foi criado numa época semelhante. Aqui, o elemento da aleatoriedade era menos importante (embora a sua importância não fosse totalmente marginal – o melhor gestor, com azar, não consegue vencer o jogo com rivais medianos), mas para obter bons resultados no jogo, é claro, é preciso mostrar um talento completamente diferentes do que no Scrabble. Monopólio é um jogo de tabuleiro que promove economistas eficazes, jogadores que podem prever os movimentos do adversário e têm capital suficiente à sua disposição. O Scrabble foi inovador porque se tornou o primeiro jogo de palavras tão popular – com um foco em competências linguísticas, ou seja, nas ciências humanas, em oposição ao conhecimento de exatas do Monopólio.

Os jogos de cartas também eram rivais naturais do Scrabble. A sua multiplicidade tornava possível experimentar diferentes maneiras de jogar com um mesmo baralho. Alguns dos jogos exigiam uma habilidade maior para adivinhar os próximos movimentos do adversário, outros – cálculos matemáticos de probabilidade, enquanto outros – limitavam-se a deixar tudo nas mãos do azar. Esse entretenimento era, por definição, praticado principalmente por homens de meia-idade e mais velhos. Além das diferenças acima mencionadas entre a maioria dos jogos populares de então, principalmente o Scrabble, o elemento do igualitarismo também era muito importante – rapidamente tornou-se um jogo amado por todos, independentemente da idade, posição social, sexo, educação ou profissão. É claro que jogadores com habilidades de humanas tinham mais chances de vencer, mas qualquer um que conhecesse pelo menos as regras gramaticais básicas da língua no qual uma determinada versão do Scrabble foi criada poderia desfrutar do jogo.

Apesar do foco nas habilidades linguísticas dos jogadores, o Scrabble não é um jogo sem um elemento de aleatoriedade. Não afetará o facto de que um jogador fraco poderá ser capaz de vencer um jogador talentoso, mas tornará impossível para ambos os lados, com um nível igual, prever o resultado final. O layout do tabuleiro também será completamente diferente. Dependendo da língua, pode haver vários milhões de palavras diferentes. Se adicionarmos todas as combinações possíveis a isso, verifica-se que a probabilidade de o mesmo jogo se repetir é basicamente zero. E esse é outro motivo pelo qual o Scrabble é amado por jogadores de todo o mundo.

A última questão importante é provavelmente o aspeto da interação. Independentemente de jogarmos Literaki, jogos de palavras online ou ao vivo com amigos, o jogo força-te a aprender os hábitos do oponente. Para vencer, é necessário saber a sua estratégia, movimentos favoritos… e os erros que ele comete com mais frequência. Isso trata-se de um aspeto puramente desportivo. Além disso, Scrabble também é um ótimo jogo social, uma chance de conhecer melhor os hábitos do seu parceiro ou amigos e uma forma de começar a festa de forma criativa.

O fenômeno Scrabble pode ser explicado infinitamente. Provavelmente, cada um de nós tem uma explicação diferente para a compreensão desse fenômeno. No entanto, todos nós temos que admitir que uma vez que sejamos fisgados, simplesmente não podemos parar de jogar este jogo. Mas por que? Cada um de nós tem que responder a essa pergunta por si mesmo… de preferência, formando as palavras mais pontuadas das letras!